quarta-feira, 14 de março de 2012

Paradigmas da Comunicação: conhecer o quê?

A autora Vera França em seu texto ‘Paradigmas da Comunicação’ critica a falta de direcionamento dos estudos teóricos da comunicação. Partindo do princípio de que a Teoria da Comunicação está baseada em dois aspectos (processos comunicativos e mídia), a professora questiona se a amplitude e o potencial de estudos que a comunicação permite não estão desorientando ou confundindo os teóricos e a aplicação da matéria no meio acadêmico. Há um grande risco de se perder na analise da comunicação por este ser um meio muito amplo. A autora em ‘correntes de estudo’ cita provavelmente todas as teorias sobre comunicação existentes, e retoma dizendo que muitas variam e acabam entrando e saindo da grade curricular.

Vera França tenta compreender a aplicação de tantas teorias, e acaba não tendo certeza sobre um padrão acadêmico. Até que ela vê o modelo de Mauro Wolf que mestra uma teoria hegemônica e identifica outros dois modelos (semiótico-informacional e semiótico-textual) com uma direção mais nítida e clara para os estudos.

Alunos: Heron Torquato, João Pedro Alves, Leticia Ignacio, Kamilla Ferreira e Paulo Semicek

3º período Comunicação Social - Jornalismo/Manhã.

Um comentário:

celina disse...

ok, bom texto, ainda q um pouquinho irregular, mais pro final. mas evidencia a posição em relação ao trabalho da prof.

obs
1 "A autora em ‘correntes de estudo"?
2 "cita provavelmente todas as teorias sobre comunicação existentes..." não.