quarta-feira, 18 de abril de 2012

Considerações pós leitura: Teorias da comunicação – hipodérmicos tardios versus funcionalistas inconscientes


A teoria do funcionalismo tem como base a crença de que o receptor é mais forte que a mídia, assim não sendo manipulável e tendo o controle sobre o conteúdo. A teoria do funcionalismo prega que o receptor tem o livro arbítrio para consumir qualquer tipo de  informação, recepção seletiva, sendo assim, é função da mídia produzir conteúdo que interesse ao receptor. Para os funcionalistas, o líder de opinião na sociedade é o individuo que consome mais informação que os demais, pois esse pode transmitir essa informação adiante tendo o poder do conhecimento.
Já a teoria dos hipodérmicos tem uma linha de pensamento que contraria a do funcionalismo. Para os hipodérmicos, a mídia obtém o total controle sob o receptor, a principal fundamentação da teoria é a passividade do receptor  e a sua conivência para com os conteúdos e a forma  que os mesmos são transmitidos.  Massa alienada e comunicação persuasiva são características marcantes dessa linha de pensamento, para os hipodérmicos a massa é impulsiva, instintiva, intolerante, conservadora, manipulável, submissa e se pauta nos valores da moral pré- estabelecida pela sociedade e por isso é muito fácil de executar manobras massivas.

Alunos: Heron Torquato, João Pedro Alves, Leticia Ignacio, Kamilla Ferreira e Paulo Semicek

3º período Comunicação Social - Jornalismo/Manhã.

Um comentário: