quinta-feira, 19 de abril de 2012

Hipodérmicos X Funcionalistas


O autor Juremir Machado da Silva aponta as diferenças e semelhanças entre hipodérmicos e funcionalistas. Os primeiros são vistos como pessimistas, no sentido de que o povo nunca conseguirá se desvencilhar da manipulação da mídia. Isso se deve pela ausência de filtros no momento da recepção da mensagem. Com isso a resposta do receptor é de acordo com o que o emissor deseja. “Para cada estímulo, especialmente os da televisão, corresponderia uma resposta adequada (de aquiescência) dos consumidores”.

Já os funcionalistas pensam de modo diferente, eles afirmam que os resultados esperados pela emissão nem sempre são alcançados. Também consideram que alguns fatores interferem na recepção “Entre o influenciado e o influente, há um meio social”. O funcionalismo acredita que o público tem grande influência no modo como a mídia transmite a mensagem, o funcionalista “Ancorado no pressuposto do ‘dá-se ao público o que ele quer’, sem nunca fazer uma pergunta tão simples: por que ele quer?”.

Porém, existem semelhanças entre eles. Ambos enxergam a massa da mesma maneira: ignorante, perigosa, passiva, crédula e manipulável. Mas tem diferentes opiniões sobre o que deve ser feito com ela. Enquanto o hipodérmico acha que ela deve ser conduzida por uma elite de iluminados, os funcionalistas pensam que isso deve ser feito por uma vanguarda conhecedora do caminho para a emancipação.

Ana Luiza de Souza
Bruna Habinoski
Cecília Moura

Um comentário:

celina disse...

ok
paragrafo final interessante, ainda q exacerbando...