quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Análise identidade - Museu Oscar Niemeyer



Como local o grupo escolheu o Museu Oscar Niemeyer (MON), devido a busca pela arte e por maior bagagem cultural, buscada pela equipe. A identidade do lugar compõe não só por pessoas que o buscam por suas exposições e diversidades estéticas, mas também pelo gramado que o compõe. O fato do MON estar localizado em uma região central e apresentar esse espaço diferenciado (a natureza, a grama), atrai e propicia uma diversidade de tribos, o que possibilita uma maio socialização entre as pessoas.
De acordo com Stuart Hall, "O sujeito, previamente vivido como tendo uma identidade unificada e estável, está se tornando fragmentado; composto não de uma única, mas de várias identidades, algumas vezes contraditórias ou não resolvidas". Por isso, ao analisarmos o museu como um local de encontro e socialização, temos um exemplo de várias identidades. O ser que frequenta o museu pode buscá-lo tanto procurando obra de artes, quanto buscando passar alguns momentos no que, também assim pode ser chamado por sua função: o parque do Oscar Niemeyer.
A forma de abordagem da mídia é diversificada: tanto demonstrando as exposições que estão acontecendo no museu, quanto pessoas utilizando drogas aos arredores dele. Analisando o veículo Gazeta do Povo, na web, na última semana, pode-se inferir que o meio procura mostrar o MON com todas as suas facetas.


Alunas Bianca Thomé, Carolina Cachel, Letícia da Rosa e Mayara Duarte.
4º período de Comunicação Social - Jornalismo, da PUCPR.

Nenhum comentário: