quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Identidade Cultural na Pós-modernidade - Stuart Hall



O grupo analisou e desenvolveu seu ponto de vista sobre restaurantes de Curitiba, de acordo com o texto Identidade Cultural do autor Stuart do Hall, levando em conta à personalidade das integrantes, atentando para os modos descritos pelo autor, quando diz que estão surgindo novas identidades e que essas, estão fragmentando o indivíduo moderno; ou seja, à medida que nos deparamos a novas necessidades instituídas pelo século XXI – como de almoçar fora diariamente- somos obrigadas a nos adaptar, mudar a identidade que foi criada em nós quando crianças, podemos então afirmar que estamos em processo de crise da identidade.

O autor analisa o processo de fragmentação do indivíduo moderno enfatizando o surgimento de novas identidades, apresentando as diferenças nos planos da política e da representação. De acordo com Hall, “esses processos de mudanças, tomados em conjunto, que representam um processo de transformação tão fundamental e abrangente que somos compelidos a perguntar se não é a própria modernidade que está sendo transformada”. O grupo responde que sim. Ao passo que fazemos muitas coisas ao mesmo tempo, como estudar, trabalhar e desenvolver outros cursos extracurriculares transformando o nosso modo de pensar, muitas vezes invertendo valores e prioridades por necessidade.

E então, podemos concluir que a afirmação de Stuart Hall de que “os modos de vida colocados em ação pela modernidade nos livraram, de uma forma bastante inédita, de todos os tipos tradicionais de ordem social”, se encaixa perfeitamente na nossa escolha de lugar que nos representa. Acreditamos também, que muitos curitibanos vivam esta mesma realidade.

Alunas: Ariane Priori, Bianca C. Santos e Samara Macedo.

Um comentário:

Celina Alvetti disse...

boa estudo. o texto ainda está um pouco desarticulado, especialmente a primeira parte.