terça-feira, 23 de abril de 2013

Comunicação segundo Dominique Wolton




Dominique Wolton (2004, p. 18):

"No momento em que a informação e a comunicação, dimensões ancestrais de qualquer experiência humana e social, passam a constituir indústrias e mercados, é preciso desenvolver urgentemente conhecimentos e teorias para relativizar o tecnicismo e o economismo, e preservar as dimensões de emancipações que, desde o século XVI, na Europa, estiveram na origem das batalhas pela liberdade de informação e de comunicação. Para mim, não haverá democracia no plano mundial sem uma reflexão teórica sobre os desafios políticos, culturais, técnicos, antropológicos e sociais ligados à comunicação. O mais importante, na informação e na comunicação, não são as ferramentas nem os mercados, mas [ ] o ser humano, a sociedade e as culturas. Por isso, não há comunicação sem uma teoria da comunicação, isto é, sem uma representação das relações humanas e sociais, e, finalmente, sem uma teoria da sociedade e da democracia. ‘Diga-me a qual teoria da comunicação você adere, eu lhe direi, finalmente, a qual concepção da sociedade você está ligado."

Referências:
http://www.dhnet.org.br/direitos/textos/midia/gomes_comunicacao_como_dh.pdf
http://pt.scribd.com/doc/69738825/Dominique-Wolton-Pensar-a-Comunicacao

Grupo: Amanda Souza, Bruna Kurth, Isabella Lanave e Thiago Villas Boas

Um comentário:

Celina Alvetti disse...

ok, é um autor relevante. busquem, por ex, a internet e depois.