quinta-feira, 13 de junho de 2013

Jornalista esportivo fala sobre sua rotina



Kako Mazanek vive como radialista e proprietário de uma sanduicheria

Em visita à Rádio Transamérica (100.3 FM) na última segunda-feira(10), acompanhamos a rotina do jornalista esportivo Kako Mazanek, que participa como repórter e comentarista do programa Papo de Craque. O programa vai ao ar diariamente em duas edições de segunda à sexta-feira: das 11h ao 12h e das 17h30 às 19h. Kako e os outros repórteres da rádio fazem o papel não só de repórteres, mas de editores, pauteiros, gatekeepers e comentaristas. Os jornalistas que lá atuam estão expostos às redes sociais (para interação com o público), televisão, internet, impresso, tudo para estarem por dentro das notícias dos clubes: Atlético Paranaense, Coritiba e Paraná Clube. Kako Mazanek cobre as notícias do Coritiba, e normalmente acompanha o time em seus treinos, viagem e jogos, grava suas matérias, e manda para a rádio. Sua rotina de trabalho começa em torno das 9h da manhã e vai até às 19h, tendo que dividir seu tempo com a Sanduicheria Porco Nobre, estabelecimento cujo Kako é dono. Geralmente, as semanas rendem muitas notícias, por muitos jogos e treinos estarem sendo acontecendo, mas, a semana do dia 10 foi atípica: os clubes Atlético e Coritiba deram férias de uma semana para seus jogadores. Nesse caso, as reportagens giram em torno das expectativas para os próximos jogos, troca de jogador, entrevista com preparador físico, entre outros. Os jornalistas da Transamérica não sofrem nenhum tipo de censura, a não ser a de seus patrocinadores, que como anunciam na rádio, não permitem que fale da concorrência. Mas, se caso ocorrer um imprevisto, ninguém será punido. Tudo na rádio Transamérica e, especialmente, no programa Papo de Craque é uma questão de bom senso.
 Por: Ana Beatriz Villas Bôas, Bruna Mazanek, Eduardo Souza e Fernanda Novaes

Um comentário:

Celina Alvetti disse...

bacana terem acompanhado.