quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Edward T. Hall e a comunicação intercultural

Edward Twitchell Hall Junior foi um antropologista americano, e um pesquisador multi-cultural. Ele é lembrado por ter sido quem desenvolveu o conceito da comunicação proxêmica, que é a forma de como as pessoas reagem e se comportam com relação as outras em seu próprio espaço.

Hall disse em seu primeiro livro The silent language: “Cultura é comunicação e comunicação é cultura.” (Hall, 1959, p. 186).

O conceito de Hall hoje em dia é popularmente conhecido como ‘comunicação não-verbal’. “Quando pessoas se comunicam, elas fazem muito mais do que apenas falar.” (Hall, 1966, p. 5)

Hall se baseou em Sigmund Freud, famoso pai da psicanálise para escrever seus livros. Em seu livro The silent language, Hall diz: “Uma das grandes revoluções que Freud fez, foi elaborar a análise do inconsciente humano. Depois da existência desse conceito, ficou comum pensarmos que todos nós podemos existir de diferentes maneiras, de uma só vez.” (Hall, 1959, p. 59).

Com isso, para aprendermos sobre nós mesmos, Hall salienta a importância de levar em consideração a cultura dos outros: “Uma das formas mais efetivas de aprender algo sobre si mesmo, é primeiramente, aprendendo sobre a cultura dos outros. Isso o força a prestar atenção em detalhes da vida que diferenciam os outros de você.” (Hall, 1959, p. 142).

Hall deixou todo um legado com suas diversas obras, e o mais importante de tudo é que para nos comunicarmos, não dependemos apenas das palavras, e sim do comportamento como um todo, que vai desde os gestos até o que propriamente se fala.


Referências:

Hall, Edward T. The hidden dimension. New York: Doubleday & Company, Inc., 1966.


Hall, Edward T. The silent language. New York: Doubleday & Company, Inc., 1959.

Grupo formado por: Bruno Krieger, Caio Porthus, Hélcio Weiss e Leonardo Dulcio.

2 comentários:

Celina Alvetti disse...


ok, aceito.

o que foi pedido:
“Cultura é comunicação e comunicação é cultura.” (Hall, 1959, p. 186).

Celina Alvetti disse...


ok, aceito.

o que foi pedido:
“Cultura é comunicação e comunicação é cultura.” (Hall, 1959, p. 186).