segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Tipos de comunicação não - verbal.


Segundo DUBRIM (2003), os mais conhecidos sinais de comunicação são a fala, a escrita e a linguagem, ou seja, são modos que utilizamos e estão sempre presentes. A comunicação não – verbal  complementa esses sinais, pois está expressa no sentido implícito de qualquer mensagem. Expressa também nos sinais utilizados mais que não são palavras, como por exemplo, o comportamento e as atitudes. Portanto, está subdividida em oito categorias:
1. Ambiente: Ambiente físico onde a mensagem é enviada e possui significado.
2. Posicionamento do Corpo: A posição do corpo ao se relacionar com outra pessoa, usada para transmitir a mensagem.
3. Postura: Deslocar-se em direção a outra pessoa, indica atitude favorável á mensagem que está em jogo.
4. Gestos das mãos: Movimentos freqüentes para expressar aprovação, facilitando a compreensão da comunicação.
5. Expressões e movimentos faciais: São indicações que ajudam quanto à aprovação ou descreça no  processo da comunicação.
6. Tom de Voz: Aspecto como altura, volume, quantidade e velocidade da fala podem ser positivos, que indicam a confiança, o nervosismo ou o entendimento.
7. Roupas, modo de vestir e aparência: A preocupação gira em torno da imagem.Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação VI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação da Região Norte – Belém – PA
8. Espelhamento: Criar relacionamento, manter contato com outra pessoa, por meio da voz, respiração, movimento do corpo e linguagem.Devemos ter cuidados com as expressões não – verbais, uma vez que muitos sinais utilizados tornam -se ambíguos.

Alunos: Guilherme Becker, Karina Prado, Luana Kasequer, Daniela Gusso, Aliny Gohenski.



Um comentário:

Anônimo disse...

http://www.gazetadopovo.com.br/vida-universidade/nocampus/conteudo.phtml?tl=1&id=1408314&tit=Os-sete-pecados-dos-professores-que-deixam-uma-aula-chata